sábado, 4 de outubro de 2008

Estrofes para Cavalheiro

"Oh! menino desgraçado de amor afável
que perfura os olhos com sua lâmina gélida
Que não tens mais nada, sonho amável
De pesadelos perdidos, amores consumidos...

Queria eu, poder desvencilhar-me da Morte
Seus toques de carinho tão dolorosos
Serei tua mais bela rainha
Seu amor seria teu resguardo.

A você em vão nada mais pleiteio
Oh! menino sem nome, sem alma
Agora leia os poemas que escrevo a esmo
Com sangue da navalha, em dó a padecer."

Lady Byron
(Baseado no poema "Estrofes para uma Dama, com os poemas de Camões" de Lord Byron).

2 comentários:

Mateus Araujo disse...

ki amor obscuro laDyy skoaksoao
tah valendo prq tah lindoo...o amor mesmo ferindo é Amor.

katiafessora disse...

Querida, seu estilo próprio e jamais deverá se esconder na sombra de qualquer outro escritor, de qualquer época que seja, porque escrever poemas é sentir.
Tenho muito orgulho de você.
Continue escrevendo, inspirada por Byron e pela vida.
Um beijo da professora que te ama!